Periquito Ondulado Australiano - P.O.A.

 

O Periquito Ancestral

Talvez até na sua casa more um 'melopsitacus undulatus' - nome científico do periquito ondulado australiano ou poa - verde, azul, branco, cinza, amarelo, violeta ou até mesmo preto. Na natureza a única variação apta a sobreviver é o periquito verde claro: um periquito azul seria uma presa fácil pois chamaria muita atenção na vegetação verde. Já no cativeiro com a ausência da seleção natural conseguimos obter periquitos das mais variadas formas.


O Periquito Verde Não É Verde

Nosso pequeno amigo plumado não produz pigmento verde, ele tem espelhos microscópicos no núcleo da parte macia da pena que refletem a luz azul. Ainda na parte macia da pena - chamada de barba e filamentos menores que saem dessa ultima chamado de barbula - existe um pigmento amarelo envolvendo cada fio chamado cortex. Esse carinha é amarelo e quando a luz azul refletida pelo núcleo passa por ele gera o verde..

Periquito Inglês da Austrália

Na real se trata do mesmo periquito, mas com melhorias morfológicas. Por exemplo, enquanto um periquito de cor (o australiano comum) tem em média 15 cm o periquito padrão exposição (o tal do inglês) tem em média 22 cm. Ambos terão barbela, colar, máscara e cores baseadas na mixagem da luz no pigmento amarelo; podendo este estar ou não presente que aliado com a quantidade ou ausência de melanina gera a diversidade de mutações existentes.



Ervilhas Mágicas Mendelianas

Criar periquito é incrível, você sai da zona de conforto e conhece muita gente bacana! Você - se quiser, é claro - aprender leis de Mendel e montar os casais propositalmente afim de tirar uma das mutações abaixo. 

Asa Clara Verde Escuro, Normal Verde Claro, Opalino Verde Oliva, Celeste, Opalino Malva, Asa Clara Cobalto, Cinza, Verde Cinza, Violeta, Asa Canela Verde Oliva, Asa Canela Verde Claro, Opalino Asa Canela Verde Escuro, Opalino Asa Cinza Malva, Asa Cinza Cobalto, Asa Canela Celeste, Asa Canela Cinza, Asa Cinza Violeta, Opalino Asa Canela Verde Cinza, Fulvo Verde Escuro, Amarelo Oliva, Fulvo Verde Claro, Fulvo Celeste, Esbranquiçado Cobalto, Fulvo Malva, Fulvo Violeta, Fulvo Verde Cinza, Esbranquiçado Cinza, Lutino, Albino, Rendado Amarelo, Alerquin Dominante Australiano Celeste, Rêmiges Claras Verde Escuro, Arlequin Recessivo Cobalto, Cintilante Celeste, Face Amarela Violeta, Topetudo Cinza Coroa Circular e etc e etc etc...


A variedade que citei acima é fruto disso: das regras que nosso amigo Mendel descobriu com suas ervilhas! Por exemplo, o "verde" é causado por dominância simples já o "azul" é a manifestação da característica recessiva; logo dois azuis sempre terão filhos azuis e um casal de verdes com ancestrais azuis terão 25% de seus filhos azuis. Lindo né? 

Comentários

Postagens mais visitadas